sexta-feira, 14 de novembro de 2008

“A virada da Goodyear”

CASO “A virada da Goodyear”

Quando assumiu o comando da Goodyear, Stanley Gault impôs um novo lema para toda a empresa: voltar-se para o negócio e para o cliente 24 horas por dia. Ao sentar-se na cadeira da presidência mundial da companhia, ele encontrou uma situação caótica. Embora a imagem e a reputação da empresa no mercado fossem intocáveis, a Goodyear havia apresentado o primeiro prejuízo em sua história e passava por forte estagnação. Gault resolveu promover um turnaround e aplicou a velha receita: reestruturou a companhia, vendeu negócios deficitários, reduziu o quadro de pessoal e enxugou os custos. Em resposta a uma segunda etapa, a Goodyear deixou de ser um mero fabricante de commodities para atuar em nichos específicos de mercado com produtos de alta tecnologia para atender necessidades específicas dos clientes. Lançou 22 modelos novos de pneus em pouco tempo, algo que jamais fizera. Muitos deles tornaram-se campeões de venda. O faturamento bateu em 11 bilhões de dólares.
O Brasil é o maior negócio da Goodyear fora dos Estados Unidos. A subsidiária brasileira, juntamente com a da China e da Índia, foram eleitas como prioridades dentro dos planos da corporação. O motivo é simples: esses países têm muito território, muita gente e pouco carro. Logo mais, vão comprar carros e, por tabela, vão precisar de pneus.
A Goodyear do Brasil recebeu duas missões da matriz. A primeira é conquistar corações e mentes dos consumidores, sejam eles donos de carros ou de caminhões. A outra missão é tornar a subsidiária um pólo exportador para o resto do mundo. Além disso, a empresa investiu pesadamente na sua rede de distribuidores exclusivos e criou o conceito de atendimento total ao cliente. Quando um motorista entra em uma loja, ele não quer apenas comprar pneus, mas precisa também de outros serviços, como alinhamento e balanceamento, testes de amortecedores e, principalmente, orientação técnica sobre o que comprar. O número de pontos de venda espalhados pelo país subiu de 400 para mais de 500, muitos deles dotados de autocentros que oferecem todos esses serviços. Na busca pela excelência no atendimento, os distribuidores ganharam autonomia. Antes, quando um cliente reclamava de um defeito de fabricação no pneu, tinha de esperar uma solução durante semanas, pois o produto era despachado da revenda para a empresa, onde um conselho de técnicos estudava pacientemente o caso e dava o veredicto. Aí, o caso fazia o caminho de volta. Agora, os técnicos da própria distribuidora dão a palavra final e em minutos o cliente tem uma decisão. Para tanto, a Goodyear investe pesadamente em treinamento dos revendedores para aprimorar sua capacitação técnica e melhorar o atendimento ao cliente.

Questões:
Em que aspectos o caso da Goodyear tem a ver com a Teoria Estruturalista?
Como a Goodyear montou um conjunto organizacional para ganhar mercado?
Como a visão global da estrutura mudou a tarefa organizacional na Goodyear?
Onde foram colocados os objetivos da organização?
Como se poderia fazer a análise organizacional da Goodyear?

Referência: CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003, p. 316.

7 comentários:

Anônimo disse...

Oi, gostaria de saber as resposta desses texto. Você poderia enviar pra mim nesse endereço: geovana_free@yahoo.com.br

aguardo pela compreensão, achei interessante!

Obrigada!

beijos querida!

Anônimo disse...

ola tava lendo esse texto e achei 10. porfavor vc pode enviar tambem pelo meu email to fazendo um trab. e gostaria de tirar as minhas conclusoes vai me ajudar muito.. porfavor. patriciasantos_01@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Olá, Eu estava lendo este texto, achei 10. Poderia me passar a resposta dele , estou querendo tirar conclusão. Porfavor tem como mandar pro meu email ate sexta feira. E patriciasantos_01@Yahoo.com.Br. Grata!! Bjs

Anônimo disse...

Oi, gostaria de saber as respostas desse texto.Você poderia enviar pra mim nesse endereço: shirley_sks@hotmail.com

aguardo pela compreensão, achei interessante!

Obrigada!

beijos querida!

Anônimo disse...

Oi, gostaria de saber as resposta desses texto. Você poderia enviar pra mim nesse endereço: alahickmann@hotmail.com

aguardo pela compreensão, achei interessante!

Obrigada!

beijos querida!

Anônimo disse...

Respostas

1-A Goodyear buscou relacionar a organização com seu ambiente interno e externo, fazendo com que essa abordagem pudesse analisar as estruturas formais e informais da organização.

2-Numa ação estratégica a Goodyear decidiu conhecer seus clientes e seus mercados, investiu em treinamento dos revendedores para aprimorar sua capacitação técnica e melhorar o atendimento ao cliente, também investiu em produtos de alta tecnologia para atender as necessidades especificas dos clientes, investiu na sua rede de distribuidores e criou o conceito de atendimento total ao cliente.

3-A globalização implicou em mudanças profundas na forma como os profissionais se relacionam com as empresas. Uma delas foi à exigência de que se tenha uma visão universal das questões corporativas. Essa percepção global, entretanto, deve passar por adaptações às particularidades culturais e sócio-econômicas de cada país. O sucesso da Goodyear vem de questões determinadas pela capacidade que os seus líderes têm de compreender esse paradoxo.Os valores universais precisam ser adaptados de acordo com as características de cada local, pois os países têm seus valores predominantes, construídos historicamente. A Goodyear e suas subsidiárias precisam de liberdade para trabalhar.

4-O objetivo desejado da Goodyear é tentar atingir uma imagem que ela tenta projetar para o futuro. Quando um objetivo é alcançado ele deixa de ser objetivo e passa a ser algo real. No texto ele se refere que conquistar corações e mentes dos consumidores e investir pesadamente na sua rede de distribuidores é o que vai fazer com que a organização permaneça no ranking mundial de vendas num mercado tão competitivo.
5-
Para fazer uma análise swot é necessário fazer previamente uma analise do mercado e da empresa. O termo SWOT é uma sigla oriunda do inglês, traduzindo: Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).
Esta análise divide-se em 4 quadrantes: Ameaças, oportunidades, pontos fracos (fraquezas) e pontos fortes (forças). As ameaças e as oportunidades estão ligadas ao mercado enquanto os pontos fracos e pontos fortes estão ligados à empresa.

Oportunidades

Qualquer sector do mercado onde a empresa pode conseguir vantagem competitiva.
• Mercado em expansão
• Novo mercado internacional
• Novo segmento no mercado, com alta rendibilidade
• Alianças estratégicas

Ameaças

Quando o ambiente exterior apresenta desafios criados por uma tendência ou evolução desfavorável.
• Novos concorrentes
• Guerras de preços de produtos
• Introdução de novas tecnologias

Forças ou pontos fortes da empresa

Forças Organizacionais
• Visão de liderança
• Competência de gestão
• Orientação empresarial
Forças de Marketing
• Imagem de marca
• Participação de mercado
• Reputação dos produtos/serviços
• Flexibilidade e adaptabilidade
Forças em Produção
• Bons equipamentos
• Economias de escala
• Capacidade de inovação
Força de vendas eficiente
• Forças em Finanças
• Custo baixo de capital
• Alta liquidez
• Alta lucrativididade
• Estabilidade financeira

Fraquezas ou pontos fracos da empresa

• Falta de experiência
• Falta de factores de diferenciação
• Má qualidade na informação de mercado
• Fraca visibilidade
A análise SWOT é de extrema importância, pois é importante conhecer mais profundamente os vários aspectos internos e externos da empresa por forma a dar resposta a eventuais problemas detectados ou atacar os concorrentes nas fragilidades encontradas. Depois de analisados todos estes fatores a organização vai ter a sua análise concluída. Não se pode esquecer que as ameaças dos outros podem ser oportunidades para si e as suas ameaças são oportunidades para os concorrentes.

Anônimo disse...

Imensamente grato pela contribuição! Você ter digitado o texto todo, e alguém contribuído com as respostas das questões!

Estou finalizando um artigo e foi de muita ajuda!

Obrigado!!!! <3