quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Eu andei...Sorri, Chorei tanto
Não me arrependiGanhei e perdi
Fiz tudo e como pude
Lutei contra o amor
Quanto mais vencia, me achava uma perdedora
Mais tarde me enganei e vi com outros olhos
Quando as vezes não amei a mimNão por falta de amor
Mas amor demais quem não era digno do meu amor
Me levando pra alguém
Quem visitou os corredores da minha alma
Soube dos enganos,secretos planos e até os traumas
Eu sempre fui única, no amor, na amizade, na verdade, na lealdade
Quem teve ou tem a oportunidade de me conhecer sabe quem sou eu.

Nenhum comentário: