segunda-feira, 14 de novembro de 2011

ME CHAMA


Chove lá fora
E aqui faz tanto frio
Me dá vontade de saber
Aonde está você?

Me telefona
Me chama, me chama, me chama

Nem sempre se vê
Lágrima no escuro, lágrima no escuro
Lágrima, cadê você?

Tá tudo cinza sem você
Tá tão vazio
E a noite fica sem porquê

Me chama

Thaeme Mariôto

Nenhum comentário: