quarta-feira, 24 de março de 2010

Reconstruir


                            Todo os dias meu amor se renova


Terminou...
Quando o ciúmes banalizou o simples sofrer
Quando promessas não tinham mais razões de ser
Quando meu dia não representava mais voce.
Vazio...
Sentimentos dispersos
A procura de saciar a falta do prazer
Chama perdida, outro que a vida aproxima
Rompendo disperso , meu querer.
Substituo...
Quando chamas abrirem sentidos
Quando perder o sublime,
Quando nova toalha decorar a mesa
Quando sozinho rever meus sonhos
Entre mãos e leito.
Reconstruir...
No silêncio da espera
Enquanto outro não chegar
Colher todas flores do campo
Perfumar com suas cores espaços
Transformando paixão em altar.
Tempo...
Fonte de minhas dores
Esperança e Luz banhando a alma
Novo amor , outra metade,
Apaziguando a fera
Dominar meus medos,
Beber de minha fonte
Todos sabores, carinho
Eternizar...

William José Carlos Marmonti



Nenhum comentário: