segunda-feira, 15 de março de 2010

FIM DE SEMANA


Tem chuva na calçada
e vem você na parada
ao sopro do vento;
eu vou neste embalo.
 A chuva umedeceu
o chão e as árvores
e o meu coração;
eu canto esta canção
A chuva molhou
com lágrimas frias
a saudade que pousou,
sem sol, em certos dias.
 Com chuva , invento
passar pela vida
um alguém pensante
sobre aqueles instantes!
 Balneário Camboriú

Nenhum comentário: