sexta-feira, 3 de julho de 2009

Beijos Roubados


Fecho os olhos e sinto seus lábios
pousando suave e rapidamente sobre os meus.
São beijos roubados, nos momentos de enlevo,
escondidos de olhos alheios.
Momentos onde a cumplicidadeque sempre nos envolveu,
foge do nosso controle eleva-nos a correr o risco da descoberta.
Nessa hora, nada importa,
a não ser o olhar fixo,de um carinho imenso.
O roçar dos dedos pelo rosto e o toque dos lábios,
que de tão rápido,por ser roubado,
deixa por dentro um sabor de " quero mais".
Deixa nos olhares, esboços de futuros momentos especiais
e na lembrança a sensação de corações agitados
com o prazer e o temor dos nossos beijos roubados.

Suzana Motta

Nenhum comentário: