quarta-feira, 3 de junho de 2009

FALTA


Tem dias em que que acordar nao é fazer acordos,
Muito menos sair do sono.
Acordar é abrir portas,
Fechar portos,
Caminhar sem rumo
pois o sentido desmaiou.

Tem dias que me falta a noite,
Me falta fome, me falta voce.
E somente o teu cinturao de estrelas,
Minha estrela,
Me mantem vivo
E por isso vivo,
Sem rumo, sem portas,
Proucurando pelo teu porto,
Roto,
Ao teu lado.



Marquinho Mota

Nenhum comentário: