terça-feira, 25 de novembro de 2008

Comércio de rua:

Vantagens:
- custos mais baixos
- maior liberdade de gestão
- estacionamento gratuito
Desvantagens:
- falta de segurança
- dificuldade de estacionamento
- falta de campanhas promocionais
Não existe uma receita pronta para determinar o melhor local para um empreendimento.
O ponto certo vai depender de algumas variáveis como, por exemplo, o porte, infra-estrutura, facilidade de acesso, estacionamento, visibilidade, público-alvo, concorrência, segurança e custos.
Para definir a localização da unidade de negócio, o empreendedor deve basear-se em dados concretos.
Deve concentrar seus esforços na pesquisa de informações sobre os clientes, fornecedores, concorrentes, infra-estrutura e logística. Essa pesquisa pode ser realizada pelo próprio empresário ou por profissionais especializados em pesquisa mercadológica.

A escolha do ponto ideal requer conhecimento de mercado, pois não dá para se guiar apenas pela intuição.

O melhor é seguir critérios científicos.

Trata-se de uma importante etapa de todo o negócio, que deve levar em conta princípios estatísticos, como análise do fluxo de pedestres e veículos, hábitos de compra e poder aquisitivo dos consumidores.
As dúvidas dos empreendedores aumentam em proporção ao número de opções e diminuem quando se têm objetivos bem definidos.
A responsabilidade é grande, pois o sucesso do empreendimento depende em grande parte da sua localização. Afinal, qual a melhor alternativa?
Para uma empresa de prestação de serviços a orientação é estar próximo do público alvo.
As indústrias devem estar atentas principalmente à logística de transporte, com vistas ao fluxo de veículos de carga de matéria-prima e produtos acabados.
Já o comércio depende basicamente de sua localização.
Nesse caso as opções são maiores, por isso requer mais estudo.
Uma loja de shopping ou de rua?
Numa rua do centro ou de bairro?
Galeria ou calçada?

Nenhum comentário: