segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Vista da cidade Alenquer - Pará
Esse é Frank Nelson - Hoje morando na cidade de Curuá - desenvolvendo atividades na EMATER local.

Panorama do Ecoturismo

O documento, resultante dos painéis e cenários apresentados e discussões, em seu conteúdo reflete o ponto de vista e as orientações dos participantes:

§ reconhecem que o ecoturismo incorpora os princípios do turismo sustentável, considerando seus impactos ambiental, econômico e social, assim como:

- contribui para a conservação dos patrimônios naturais e culturais,
- em seu planejamento, desenvolvimento e operações, inclui as comunidades tradicionais e contribui para seu bem-estar e melhoria da qualidade de vida,
- atua de forma adequada para pessoas e pequenos grupos organizados,
- interpreta os patrimônios naturais e culturais para seus visitantes;

reconhecem que o turismo tem significantes e complexas implicações ambientais e sócio-econômicas, podendo trazer impactos positivos (benefícios) e negativos (custos) para o meio ambiente e para comunidades;

§ consideram o crescente interesse das pessoas em visitar áreas naturais (conservadas);

§ reconhecem que o ecoturismo tem papel fundamental na aplicação de boas práticas sustentáveis ao setor do turismo;

§ ressaltam que o ecoturismo deve contribuir para que o turismo seja mais sustentável, trazendo benefícios econômicos para comunidades anfitriãs, contribuindo para a conservação das riquezas naturais, para a integridade cultural de comunidades tradicionais e conscientizando visitantes a respeito da importância dos patrimônios natural e cultural;

§ reconhecem a diversidade cultural associada às áreas naturais, especialmente por causa da presença histórica das comunidades locais responsável pela manutenção dos conhecimentos tradicionais, usos e práticas sustentáveis trazidas ao longo dos séculos;

§ reiteram que os fundos mundiais para a conservação e manutenção de áreas ricas culturalmente e em biodiversidade não têm sido adequados;

§ reconhecem que o turismo sustentável pode ser uma importante alternativa econômica para as áreas protegidas;


enfatizam que muitas áreas protegidas são habitadas por populações rurais carentes que, em geral carecem de sistemas de saúde, educação, comunicação e de outras infra-estruturas necessárias para o adequado desenvolvimento;

§ afirmam que os segmentos turísticos, especialmente o ecoturismo, constituem excelentes oportunidades econômicas para as populações locais e, se realizadas de forma sustentável, podem contribuir para a conservação;
§ reforçam que, quando mal planejada e implementada, a atividade turística em áreas naturais e rurais contribui para o aumento da pobreza, degradação das paisagens, descaracterização das culturas tradicionais, redução da qualidade e da quantidade de água, constituindo uma ameaça para a vida silvestre e biodiversidade;

§ advertem que o ecoturismo deve reconhecer e respeitar os direitos à terra das comunidades locais e tradicionais, incluindo suas áreas protegidas e sagradas,

§ afirmam que, para a obtenção de reais benefícios ambientais, sociais e econômicos e para a prevenção e minimização de impactos negativos, é necessário que o ecoturismo e demais atividades turísticas, tenham mecanismos participativos de planejamento permitindo que as populações locais e tradicionais definam o uso de suas áreas e optem, se necessário, pela não adoção da atividade;
§ reconhecem a necessidade de se combater preconceitos raciais, sexuais ou outras circunstâncias pessoais entre as pessoas com respeito ao seu envolvimento com o turismo como consumidoras, fornecedoras ou prestadoras de serviços;

§ atribuem aos visitantes a responsabilidade de promover a sustentabilidade do destino e do meio ambiente em geral por meio da sua escolha de seus passeios e atividades e por meio de boas práticas comportamentais;

Um comentário:

flyfly3 disse...

hello Please try the following updated web browser,Very handy,Immediately free download!